Olha quem está falando, quer dizer, voltando. =D

13 de fevereiro de 2009

Digimax Estúdio lança o jingle pronto

A produtora de áudio e vídeo Digimax Estúdio (São José dos Campos) lançou o "Jingle Pronto". Para quem não sabe o que é, eu explico: é um spot sem exclusividade. A empresa/cliente/agência compra o spot já pronto e a produtora apenas adiciona a assinatura do cliente no final - (claro, a assinatura nunca viria no começo...) - conheça um pouco sobre o produto na entrevista e áudio abaixo:



Blog Publiloucos: Como surgiu esta ideia? já decorei que ideia não tem mais acento
Alan Tadini: A ideia surgiu quando vimos a necessidade de produzir mais e melhorar o uso de nosso tempo ocioso. Então, ao invés de ficarmos esperando as encomendas, quando temos um tempo ocioso, a gente resolveu criar estes materiais. E para não fazer de qualidade baixa, a gente não faz eles exclusivos, podendo comercializar para todo o país. O cliente tem que pegar um pronto, não vamos mudar nada pra ele que não seja colocar a marca dele na assinatura e ele é livre pra escolher a região que quer ter exclusividade no jingle. Por Exemplo: se um cliente quer passar o jingle apenas nas rádios de São José dos Campos, mas não quer que um outro de Taubaté queira o mesmo jingle, ele paga um pouco mais pra gente não vender pra ninguém na região de Taubaté, Jacareí e etc. Pois eu deixo de atender ao mercado daquela região que poderia comprar os direitos de veiculação do mesmo material naquela cidade.

Blog Publiloucos: Outros mercados utilizam do mesmo artifício?
Alan Tadini: Que eu saiba, não conheço mercados que usem este tipo de produto. Mas o lance é que a gente achou esta solução para momentos de crise, e ainda manter o mercado abastecido com produções de qualidade.

Blog Publiloucos: É uma maneira de atingir também os pequenos anunciantes?
Alan Tadini: Sim, é como disse na primeira pergunta, o cliente que é pequeno e quer ter um jingle pronto, simplesmente paga menos e não tem exclusividade. Pode ser que outro cliente em outra cidade ou estado use o mesmo jingle, mas como é distante, não tem problema. Os direitos autorais continuam sempre do DigiMax Estúdio, mas o cliente pequeno tem chance de assinar um bom material como se fosse dele no mercado que importa pra ele, que é o da cidade que ele fica. Se o cliente tiver uma rede de lojas no vale, por exemplo e quiser um pronto pra região, ele paga pouco a mais pela exclusividade do jingle numa região menor, porem uma loja de Salvador-BA pode anunuciar o mesmo jingle nas rádios locais de Salvador.

Alan Tadini, sócio-proprietário da produtora de áudio e vídeo Digimax Estúdio
Alan Tadini

1 opiniões:

Sylvio disse...

Se existe sites prontos, logos prontas, por que não jingles prontos?

Postar um comentário

O seu comentário é muito importante. Diga para todos o que você pensa! Ou melhor escreva.
Eu agradeço o comentário, se você não me xingou (e nenhuma outra pessoa de minha família), é claro.

Volte sempre!