Olha quem está falando, quer dizer, voltando. =D

28 de novembro de 2008

Grande exemplo para os adolescentes brasileiros

Acabo de ver no IG uma matéria chamada: "Fãs estão há 2 meses na fila para ver RBD no Rio". Comecei a pensar, tentando encontrar a sinapse correta, quando PELO AMOR DE DEUS, algumas pessoas ficaram durante dois meses em uma fila para ver alguns cantores/dançarinos/atores? Não é possível!
Lendo um pouco mais a matéria descobri que uma jovem teve a brilhante idéia de trancar a faculdade e largar o emprego para ficar na fila e assistir ao show. Simples assim! Para garantir os lugares, os fãs:

Nós criamos uma lista de chegada. A pessoa ia chegando e colocando o nome na lista. Quem não estava dormindo aqui foi sendo cortado. Nós não íamos deixar ficar entre os primeiros quem não estava se esforçando”, conta Nathalye".

E olha como eles se fazer para viver na pirâmide de Maslow:

"De acordo com os adolescentes que estão na fila há semanas, eles têm usado o banheiro de um shopping que fica próximo à Arena HSBC para escovar os dentes e fazer as necessidades. Para tomar banho, os jovens utilizam um posto de gasolina em frente ao local do show ou vão às casas de colegas, que também estão na fila, mas moram em bairros próximos".

Olha a justificativa para as tatuagens:

"Cristiane Borges, de 24 anos, tatuou o símbolo da banda em um pulso e o nome da cantora Maite no outro. De acordo com a jovem, as tatuagens representam a vida para ela. “Pulso é vida. Se eu cortar o meu pulso eu morro. A idéia é justamente essa. Se eu cortasse essas tatuagens eu morreria. Se eu cortasse o RBD eu morreria”, confessa Cristiane.
A jovem acredita que nunca irá se arrepender das gravações que fez na pele. “Seu eu tivesse 16 ou 17 anos, eu me arrependeria. Mas agora, com 24 anos, minha cabeça já está feita. Eu nunca vou me arrepender das minhas tatuagens.
”"


Pô, enquanto o mundo tá um fuzuê, no Brasil é festa...
Isso me faz lembrar o poeta: "Hoje é festa lá no meu apê, pode aparecer, vai rolar bundalelê" - é demais para uma sexta-feira.
E sabe quanto que custa? Ráááá, de R$ 200,00 a R$ 500,00. E tem gente passando fome no sul do país. Tomara que seja cancelado esse show! TOMARA MESMO.

Acoooooooooooooooorda Brasil!

Obs.: Vale a pena ler os comentários do site.

Putz, perdi meu tempo postando isso aqui. Mas valeu pelo desabafo. :)


Quem quiser ler a reportagem, basta acessar por aqui.

1 opiniões:

Mariana disse...

rsrsrs
E pensar que a banda que mais vende no Brasil é Calipso... é assim mesmo, né!? Fazer o quê? Um publicitário que se preze tem que saber disso...é o público com quem lidamos...
Parabéns pelo blog! Gostei muito. Pretendo voltar mais vezes, viu!?
Abraços!

Postar um comentário

O seu comentário é muito importante. Diga para todos o que você pensa! Ou melhor escreva.
Eu agradeço o comentário, se você não me xingou (e nenhuma outra pessoa de minha família), é claro.

Volte sempre!