Olha quem está falando, quer dizer, voltando. =D

27 de maio de 2007 3 opiniões

Microsoft Office 2007

A agência McCann Erickson dos EUA lançou 5 vídeos promocionais do Microsoft Office 2007, sob a direção do diretor convidado Stacy Wall, da EpochFilms. Confira:







Vídeo 3: http://www.youtube.com/watch?v=xHqMzHFcwvY

Vídeo 4: http://www.youtube.com/watch?v=aWkyDd8mLqA

Vídeo 5: http://www.youtube.com/watch?v=XeLej1q_ASc

0 opiniões

Olhar publicitário

Repare de onde eles tiraram a idéia.
Mundo Canibal é sempre mundo canibal, beleza campeão?

Direitêro
0 opiniões

Teatro = Comunicação = Cultura


Os Monólogos da Vagina

No último dia 12 fui pude assistir à peça “Os Monólogos da Vagina”, muito boa peça dirigida por Miguel Falabella e estrelada por Tânia Alves, Fafy Siqueira e Betina Viany.
Porém na entrada me foi entregue um informativo (informe publicitário) com o título: “MEIA ENTRADA – Tragédia na Comédia”. Segue o primeiro parágrafo:

“Artistas, técnicos e empresários do meio cultural se unem em torno de uma causa urgente: a banalização da meia-entrada. A proliferação das Carteiras de Identificação Estudantil falsificadas vem trazendo vários problemas para toda a classe artística no Brasil. No teatro, a situação alarmante fica clara com os números divulgados pelos produtores: hoje em média 80% dos ingressos vendidos são de meia. Uma proporção que coloca em risco a sobrevivência de toda a cadeia produtiva do teatro.”

Muito interessante, concordo em certo ponto, porém, infelizmente a cultura no Brasil é muito cara, para os padrões brasileiros, é claro. Por isso que a meia-entrada domina a bilheteria. Quem vai dispor R$40,00 para ir ao teatro? Com certeza é a classe média alta, já que a classe média está em pedaços, mas qual a porcentagem dessa classe na economia brasileira? Bem pequena, com certeza.
Então, isso não é apenas um problema das carteirinhas que dão desconto e sim de uma economia fragilizada ao longo dos anos...

O BRASIL É O PAÍS DO FUTURO....
20 de maio de 2007 1 opiniões

Aids - Life Long Enough to Find the Right One

Excelente animação, excelente abordagem, trilha impecável, roteiro 10!

19 de maio de 2007 2 opiniões

Mídia Alternativa em São José dos Campos

Voltei do Vale dos Mortos! Não senti medo pois o Senhor é meu guia... Rá, trecho bíblico, percebeste? Perdoem meu tempo de reclusão, mas é que fiquei sem computador... quem se habilita a me dar um? Hehehe... voltemos ao assunto principal.
Andando pelas ruas dessa minha cidade, percebi que em todos os postes havia algo colado, mas não parei para ler, eu estava com pressa. Até que decido parar para ver o que era, confira:


Foto tirada com meu querido celular

Então, peguei o meu como indicava o texto, dentro desse pacotinho havia um papel do tamanho de um cartão de visita com o seguinte texto:


----------------------------------------------------------
RENDA ADICIONAL

Tempo Parcial = R$500,00 a R$2000,00
Tempo Integral = R$3000,00 a R$10000,00

www.decidavencer.com.br/liberdade

Tel. (11) 3471-3617

------------------------------------------------------------



Um texto simples e objetivo, rápido e rasteiro, sem lero-leros.
Olhei a minha volta e vi que outras cópias dessa ação estavam espalhadas pelos postes de luz e pontos de ônibus, muito bem pensado, pois a maioria das pessoas que procura uma renda extra anda de ônibus, assim como eu. O indivíduo que fez isso pensou corretamente, gastou pouco dinheiro, creio que não precisou de um redator e nem de um arte-finalista para criar a peça, pois o texto não está nas normas e a arte é simples, mas convenhamos... quem não deseja trabalhar parcialmente e receber R$500,00? Muito boa sacada. Simples! Barato! Inteligente! Brasileiro, hehehe.
Chegando em casa entrei no site para conferir, entre você também, hehehe!


Obs.: Quanto será que custou essa ação? Heinnnn?
Obs. 2: O site já está fora do ar.

6 de maio de 2007 6 opiniões

Curso de Marketing Político / Eleitoral

Clique para ampliar



Obs.: Será que Duda e Valério assistirão?
3 de maio de 2007 1 opiniões

Gerundiar ou não Gerundiar?

- Alô.
- Alô, bom dia, o senhor Alex?
- Eu mesmo! Quem fala?
- Meu nome é xyz...
- Tudo bem?
- Tudo e o senhor?
- Estou bem.
- Então, estou ligando para falar do cartão xxxx.
- Ah sim.
- O senhor conhece?
- Não.
- Então, o cartão xxxx faz isso, faz aquilo, blá, blá, blá, blá...
- Oo...com licença, estou ocupado, você poderia ligar depois?
- Ah, sim senhor! Que horas?
- Depois das 18h, por favor.
- Ok, eu vou estar ligando para o senhor depois das seis da tarde.
- Obrigado.
- Obrigada.


Este é um exemplo rotineiro do gerúndio, odeio isso. Mas não quero dizer que estou livre dessa praga, sempre disparo meus gerúndios, mas não fatais como este.
Buscando na Internet, vi que o tema "Gerúndio" é muito comentando, confira estes dois links; o primeiro é sobre o 'gerúndio' na visão de várias pessoas e no segundo link ocorre um debate que mais parece um embate.

- Explicação do Gerundismo - John Robert Schmitz/Unicamp

- Xonga da discórdia - Ricardo Freire


Este post foi planejado, criado e transformado a partir de uma notícia que vi no Portal Terra, confira:


Austrália lança lei 'Não ligue' contra telemarketing

3 de maio de 2007

Os australianos poderão ser poupados das milhões de ligações do telemarketing que assolam o país todos os dias, devido a uma nova lei que entrou em vigor hoje, de acordo com a Ansa. Ela permite que os usuários incluam o próprio número do telefone em um registro chamado "Do not call" ("Não ligue", em português). Se as empresas de telemarketing não respeitarem a lei, deverão pagar multas caras. A ministra australiana das Comunicações, Helen Coonan, explicou que o programa gratuito permite que as pessoas e as empresas bloqueiem chamadas de telemarketing não requisitadas. As novas normas, que prevêem multas pelas infrações, impõem também padrões nacionais de regulação dos contatos telefônicos de marketing, limitando horários e o tipo de informação a ser divulgada. Se as pessoas não estiverem registradas, os operadores de telemarketing não poderão fazer ligações antes das 9h da manhã e depois das 20h, e nem depois das 17h da tarde nos finais de semana. O governo prevê que cerca de quatro milhões de números serão incluídos no registro no primeiro ano de operações.

Fonte: Terra


Pelo menos na Austrália as pessoas que possuem um telefone estão livres de serem incomodadas, infelizmente isso só ocorre do outro lado do mundo.
Não há nada mais chato de ser importunado dessa forma, é um dos meios de publicidade mais invasivos que existem, por isso não funciona, todas as pessoas que eu conheço odeiam essa abordagem, mas fazer o que né... caolho em terra de cego é rei...


"O Brasil é país do futuro..." (Legião Urbana)
1 de maio de 2007 1 opiniões

Iztória de red-ator

Saída de mestre!

Quando retornei no Brasil, na cidade de Porto Alegre, eu estava a nível de moradores da cidade, igual aos próprios cidadões. Vim para cá com apenas um único interesse, que na verdade também é de minha família: saber viver por prazer sem se aborrecer. Sempre preveni nitidamente o bem-estar, pois na minha opinião isso é fundamental na vida pessoal e profissional e no geral.
Logo de cara quando desci a escada rolante para baixo, veio de encontro a mim um homem que dissestes:
- Eu tava catando vosmecê e percebi que voscmecê tem um monte de arreio, eu até faria-te um favor se me desse um dos arreios.
Quando eu consigui perceber a classe da pessoa, logo fingi cê extrangeiro de outro país.
- Sorry, eu sou Norteano-Americano, vim da cidade de Londres.
A pessoa vendo minha profunda capacidade acefálica, ficou muda sem falar nada e se afastou saindo de perto de mim. Deve ter pensado que eu sou adevogado ou coisa aparecida! Orgulhosamente com muito orgulho segui pelo saguão.
Quando derrepente dois policial-federal me parou e disse:
- Haviam muitas pessoas no avião?
Respondi da forma mais proliquiça possível:
- Não sinhor.
Na hora pensei que ele iria me levar preso, seria uma chenofobia inútil, pois mau sabe ele que sou brasileiro do Brasil mesmo. Mais também pensei em falar de forma mas culta, para que ele pensasse como o homem que havia abordado-me a minha pessoa na descida para baixo da escada rolante: "As pessoas que se encontra dentro da máquina provida dos parâmetros de Santus Domon e não dos irmões Write (que eram chamados de irmões não pelo fato da religião, mas sim pelo parentesco: todos eram filhos da mesma mãe) são de número pequeno reduzido a pouco, pois ao meu contar não foi constestado muitos indivíduo".
Então voltei a caminhar novamente! Seguindo sempre meu lema: "do barbarismo ao pleonasmo".




Texto utopicamente inspirado no livro de Zeca Martins (Não! Não pense que o livro é assim, o meu texto é inspirado em um exercício que tem no livro, ok?)
0 opiniões

Axe, sempre Axe!

Os virais estão na moda, mas será que realmente funcionam? Uma pergunta semelhante foi feita para Celso Loducca (Loducca); parece que ele tem razão, confira:


ABOUT - E quanto aos virais? São positivos ou negativos?
LODUCCA - Os virais não dão certo na maioria das vezes, mas fazem parte de um processo de experimentação. No começo, talvez as coisas aconteçam por ser uma novidade. Depois vão se ajustando aos poucos. É assim que sabemos o que dá certo e errado, o que realmente dá resultado positivo e o que só faz barulho. Nós estamos em processo de aprendizagem e, é claro, ainda amargaremos erros nesse campo.

* Trecho de entrevista concedida à revista ABOUT (Abril de 2007 - ano XVIII - nº 875)

---------------------------------------------------------------


O Axe lançou um viral na Internet e obteve grande êxito: o viral alçou a 3º posição no youtube! Ou seja, foi visto por milhares de pessoas. No vídeo aparece uma mulher loira, que fala seu número de telefone, porém quando a pessoa liga, ela se depara com uma gravação que o leva para o hotsite. Veja o vídeo: